ONDE INVESTIR? RENDA FIXA OU RENDA VARIÁVEL?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Quero Investir, mas onde?

INVESTIR.
Como Investir? Como alcanças a liberdade?

Inicialmente quero repetir e reforçar que o primeiro passo é saber o porque e o objetivo de investir. Fazer só por fazer, ou porque alguém está fazendo e você que apenas “seguir a manada”, não faz sentido. Mas afinal, existem muitas alternativas para investir, e cada uma delas possui um objetivo especifico.

Todos os investidores, independentemente do patamar de conhecimento sobre o tema, querem saber qual é a bola da vez no mercado financeiro. Os cenários mudam, mas a pergunta não. Qual é, afinal, o melhor investimento?

Uma das grandes dúvidas é saber a diferença entre Renda Fixa e Variável.

E qual a diferença entre investir RENDA FIXA e RENDA VARIÁVEL?

A grande dúvida de um investidor iniciante é se deve aplicar o dinheiro em renda variável ou renda fixa. Por isso, é importante saber a diferença entre as duas.

Na renda fixa as regras de rentabilidades são informadas antes de adquirir o título, então o investidor sabe quanto pode ganhar ou perder. Já na renda variável não é possível prever a rentabilidade, então não há limites nem para ganhos nem para perdas.

O que é e como investir em RENDA FIXA!

A renda fixa, como o próprio nome já diz, é uma classe de investimentos financeiros em que a rentabilidade do investidor é determinada por regras pré-estabelecidas.

Então, não necessariamente você saberá qual será a rentabilidade em termos de reais. Entretanto, a forma de remuneração do título é sempre pré-determinada antes da aplicação.

Por exemplo, se você adquire um título pré-fixado que paga 6% de rentabilidade ao ano, você tem a certeza de que ao final do período vai receber o combinado.

Por outro lado, se você contrata um título pós-fixado atrelado ao CDI, você não saberá exatamente quanto vai receber ao final do período, mas sabe que a taxa de rentabilidade está fixada no CDI.

Além disso, ao fazer um investimento em renda fixa você está comprando um título de dívida. Em outras palavras, você empresta dinheiro ao emissor do título e em troca recebe juros por isso.

Apesar no nome ser renda fixa, nem sempre a rentabilidade será fixa. Isso muitas vezes pode confundir o investidor. Mas o que você precisa entender é que existem alguns títulos que tem uma rentabilidade que varia conforme o índice ao qual o título está atrelado.

Então a renda fixa é mais sobre definir como será calculada a rentabilidade, do que sobre receber uma renda efetivamente fixa.

Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/artigos/investimento-renda-fixa/

Exemplos de onde investir em Renda Fixa

  • Poupança.
  • Tesouro Direto.
  • CDB.
  • LCI/LCA.
  • Debêntures.
  • Letras de Câmbio.
  • CRI/CRA.

O que é

e como investir em RENDA VARIÁVEL

Renda variável é aquele tipo de aplicação financeira cuja rentabilidade é desconhecida antes da aplicação. Dessa forma, o investidor poderá ter prejuízo ou lucro.

Em outras palavras, investimentos dessa categoria possuem uma incerteza intrínseca relacionada aos ganhos de capitais e rendimentos provenientes da aplicação.

O investidor não sabe de antemão quanto irá ganhar de juros ou mesmo a fórmula como esses juros são calculados. Dessa forma, o investidor não possui qualquer garantia quanto á rentabilidade dos seus investimentos.

Logo, pode-se dizer que conceito de renda variável é intimamente relacionado a um fator chamado volatilidade. Essa característica, originada da capacidade de um investimento variar (tanto para cima quanto para baixo), ocorre porque os investimentos dependem de alguns fatores como o cenário econômico do momento e do mercado e também o setor de atuação da empresa.

Esses fatores podem mudar no decorrer do tempo. Assim, o que hoje é lucrativo, amanhã pode não ser mais.

Fonte: https://www.sunoresearch.com.br/artigos/renda-variavel-7-dicas/

Exemplos

de onde investir em Renda Variável

  • Ações. Negociadas na bolsa de valores, as ações são a menor parcela do capital de uma empresa. …
  • Fundos Imobiliários (FIIs) …
  • ETFs. …
  • Opções. …
  • Câmbio. …
  • Futuros. …
  • Fundos de Investimento. …
  • Criptomoedas.

Deixe seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Fique atualizado, inscrevendo-se em nosso boletim informativo.

Prometo não enviar Spam!

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x